Não

Não

 

Não se esquece daquilo que enternece

Não sei nada o que vem a passar

Água e Ar desaparecem em

_                                                 mim

Vida linda que não se pode

 

Distância cálida

_                             cala

Não se larga ao vazio

Pensamento no frio

_                                    Rio

Deságua n’alma

o que não se pode Viver

 

Enternece aquilo que não se vai esquecer

Guardam-se

_                      mãos pequenas a não perder

 

Não é o que não existe o que não se pode Ver

 

Não é                               Foi sendo acontecendo

 

Não

Chuvas incontáveis

Não se depende daquilo que independe

Não está                                                 Está

Esta

Miragem maquiagem dos meus olhos

Não viver                                             Viver

Conhecer                                     Acontecer

Não se acomete aquilo

que não estava para              acontecer

Acontece                                              Não

Abandono o não

_                             acontece o lembrar              a esquecer

Não aconteceu                        Está acontecendo

Não se perde o que não se deve                              perder

O que se abandona se arruína ao tempo

Não foi

 

Foi uma raiz cancerígena

entranhada nas razões misteriosas

 

Não se esquece

_                           nem mesmo não lembrando

Não se está perdido o que se busca

_           eternamente no entardecer

_             ternamente no enternecer

_           entendimento no acontecer

 

Não

Não se esquece daquilo que enternece

Não se perde parte do próprio coração

Não se vive com um ventrículo

 

Versículos que nada podem a eternidade

 

do não

 

Mara Romaro

14/02/2017 14:33

Cartas Proibidas – ao não

Música:

SOS d’un terrien

 

 

Anúncios

3 comentários

  1. Gabriela Buraick · fevereiro 14

    Que doçura! São lindas as entrelinhas da poesia…

    Curtido por 1 pessoa

  2. mararomaro · fevereiro 14

    Muito muito obrigada!!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s