VIII – Tempus Temporis

Por um longo tempo, meus segundos cantavam e iam acordando no átimo que eu fitava a pena a caneta tinteiro, pensando sobre o papel branco.

Branco e Bruma no tiquetaquear.

Agora é alguém que acorda e sorri. Eu perguntava onde era o começo. Ele me respondia: Nascimento.

Read More